Produtos

Decis

Inseticida contra pragas em diversas culturas

Formulação
Concentrado para emulsão (EC) com 25 g/L de deltametrina
Grupo Químico
Piretróide
AV Nº
101
Intervalo de Segurança
◘ 3 dias em alface (ar livre), morango e tomate
◘ 7 dias em batata, couves, ervilha, fava, feijão, fruteiras e videira
◘ 14 dias em alface (estufa)
◘ 30 dias em aveia, centeio, cevada, trigo e triticale

Vídeos relacionados

Classificação CLP


Líquido e vapor inflamáveis.

Mortal por ingestão/penetração nas vias respiratórias.

Provoca irritação (cutânea/vias respiratórias), lesões oculares graves e sonolência/vertigens.

Nocivo por inalação.

Muito tóxico para organismos aquáticos.

Rótulo


ATENÇÃO: A consulta deste site não dispensa a leitura
atenta dos rótulos. Leia sempre os rótulos.

Download em formato "pdf"

Propriedades

◘ O Decis é um inseticida piretróide de contacto e ingestão, que atua ao nível do sistema nervoso dos insetos (canais de sódio) como inibidor da enzima acetilcolinesterase.


Condições de Aplicação


Cultura Problema Conc. Dose Modo de Emprego
Acelga Lagartas 30 mL/hL 0.3 L/ha Consultar o site da DGAV

(www.dgv.min-agricultura.pt)

(*) Autorizado no âmbito dos usos menores.

Agrião Afídeos 30 mL/hL 0.3 L/ha Consultar o site da DGAV

(www.dgv.min-agricultura.pt)

(*) Autorizado no âmbito dos usos menores.

Agrião Lagartas 30 mL/hL 0.3 L/ha Consultar o site da DGAV

(www.dgv.min-agricultura.pt)

(*) Autorizado no âmbito dos usos menores.

Alface Lagartas 30 mL/hL 0.3 L/ha Realizar 1 aplicação, após instalação da cultura. Pulverizar a planta e o solo circundante.
Alface de cordeiro Afídeos 30 mL/hL 0.3 L/ha Consultar o site da DGAV

(www.dgv.min-agricultura.pt)

(*) Autorizado no âmbito dos usos menores.

Alface de cordeiro Lagartas 30 mL/hL 0.3 L/ha Consultar o site da DGAV

(www.dgv.min-agricultura.pt)

(*) Autorizado no âmbito dos usos menores.

Alho francês Lagartas 30 mL/hL 0.3 L/ha Consultar o site da DGAV

(www.dgv.min-agricultura.pt)

(*) Autorizado no âmbito dos usos menores.

Amendoeira Afídeos 50 mL/hL 0.5 L/ha Consultar o site da DGAV

(www.dgv.min-agricultura.pt)

(*) Autorizado no âmbito dos usos menores.

Amendoeira Monosteira 50 mL/hL 0.5 L/ha Consultar o site da DGAV

(www.dgv.min-agricultura.pt)

(*) Autorizado no âmbito dos usos menores.

Aveia Lagartas 30-50 mL/hL 0.3-0.5 L/ha Tratar ao aparecimento da praga.
Batata Escaravelho 40-50 mL/hL 0.4-0.5 L/ha Tratar ao aparecimento da praga e repetir, se necessário (máximo de 3 aplicações).
Beterraba Afídeos 30 mL/hL 0.3 L/ha Consultar o site da DGAV

(www.dgv.min-agricultura.pt)

(*) Autorizado no âmbito dos usos menores.

Beterraba Cássidas 30-50 mL/hL 0.3-0.5 L/ha Consultar o site da DGAV

(www.dgv.min-agricultura.pt)

(*) Autorizado no âmbito dos usos menores.

Beterraba Coleópteros 30 mL/hL 0.3 L/ha Consultar o site da DGAV

(www.dgv.min-agricultura.pt)

(*) Autorizado no âmbito dos usos menores.

Beterraba Lagartas 30 mL/hL 0.3 L/ha Consultar o site da DGAV

(www.dgv.min-agricultura.pt)

(*) Autorizado no âmbito dos usos menores.

Centeio Lagartas 30-50 mL/hL 0.3-0.5 L/ha Tratar ao aparecimento da praga.
Cerejeira Moscas 50 mL/hL 0.5 L/ha Tratar após o aparecimento da praga e repetir

(máximo de 3 tratamentos).

Cevada Lagartas 30-50 mL/hL 0.3-0.5 L/ha Tratar ao aparecimento da praga.
Couves Afídeos 30-50 mL/hL 0.3-0.5 L/ha Consultar o site da DGAV

(www.dgv.min-agricultura.pt)

(*) Autorizado no âmbito dos usos menores.

Couves Lagartas 30 mL/hL 0.3 L/ha Tratar após o aparecimento da praga e repetir, se necessário (máximo de 2 aplicações).
Ervas aromáticas Afídeos 30 mL/hL 0.3 L/ha Consultar o site da DGAV

(www.dgv.min-agricultura.pt)

(*) Autorizado no âmbito dos usos menores.

Ervas aromáticas Lagartas 30 mL/hL 0.3 L/ha Consultar o site da DGAV

(www.dgv.min-agricultura.pt)

(*) Autorizado no âmbito dos usos menores.

Ervilha Afídeos 30 mL/hL 0.3 L/ha Consultar o site da DGAV

(www.dgv.min-agricultura.pt)

(*) Autorizado no âmbito dos usos menores.

Ervilha Lagartas 30 mL/hL 0.3 L/ha Consultar o site da DGAV

(www.dgv.min-agricultura.pt)

(*) Autorizado no âmbito dos usos menores.

Ervilha Traças 30-40 mL/hL 0.3-0.4 L/ha Tratar após a floração e repetir após 10-15 dias (máximo de 2 aplicações). Aplicar apenas em ar livre.
Espinafre Lagartas 30 mL/hL 0.3 L/ha Consultar o site da DGAV

(www.dgv.min-agricultura.pt)

(*) Autorizado no âmbito dos usos menores.

Fava Afídeos 50 mL/hL 0.5 L/ha Molhar bem os órgãos atacados (máximo de 2 aplicações). Com folhas enroladas, utilizar inseticidas sistémicos. Aplicar apenas em ar livre.
Feijão Afídeos 50 mL/hL 0.5 L/ha Molhar bem os órgãos atacados (máximo de 2 aplicações). Com folhas enroladas, utilizar inseticidas sistémicos. Aplicar apenas em ar livre.
Macieira Afídeos 30 mL/hL 0.3 L/ha Tratar ao aparecimento da praga, molhando bem os órgãos atacados (máximo de 3 aplicações). No caso de enrolamento das folhas, utilizar inseticidas sistémicos.
Macieira Bichado 30 mL/hL 0.3 L/ha Realizar os tratamentos a partir de meados de Maio, com intervalo de 15 dias (máximo de 3 aplicações).
Morango Bicho de conta 30 mL/hL 0.3 L/ha Tratar aquando do seu aparecimento e repetir, se necessário (máximo de 2 aplicações).
Mostardas Afídeos 30 mL/hL 0.3 L/ha Consultar o site da DGAV

(www.dgv.min-agricultura.pt)

(*) Autorizado no âmbito dos usos menores.

Mostardas Lagartas 30 mL/hL 0.3 L/ha Consultar o site da DGAV

(www.dgv.min-agricultura.pt)

(*) Autorizado no âmbito dos usos menores.

Nabo Afídeos 30 mL/hL 0.3 L/ha Consultar o site da DGAV

(www.dgv.min-agricultura.pt)

(*) Autorizado no âmbito dos usos menores.

Oliveira Moscas 50 mL/hL 0.5 L/ha Tratar logo após o aparecimento da praga e repetir (máximo de 3 aplicações).
Pereira Afídeos 30 mL/hL 0.3 L/ha Tratar ao aparecimento da praga, molhando bem os órgãos atacados (máximo de 3 aplicações). No caso de enrolamento das folhas, utilizar inseticidas sistémicos.
Pereira Bichado 30 mL/hL 0.3 L/ha Realizar os tratamentos a partir de meados de Maio, com intervalo de 15 dias (máximo de 3 aplicações).
Pereira Psila 70 mL/hL 0.7 L/ha Tratar logo no início de aparecimento da praga, molhando bem todos os órgãos. Repetir, se necessário.

(máximo de 3 aplicações)

Pessegueiro Afídeos 50 mL/hL 0.5 L/ha Tratar ao aparecimento da praga, molhando bem os órgãos atacados (máximo de 3 aplicações). No caso de enrolamento das folhas, utilizar inseticidas sistémicos.
Plantas ornamentais Afídeos 30-50 mL/hL 0.3-0.5 L/ha Consultar o site da DGAV

(www.dgv.min-agricultura.pt)

(*) Autorizado no âmbito dos usos menores.

Plantas ornamentais Bicho de conta 30 mL/hL 0.3 L/ha Tratar aquando do seu aparecimento e repetir, se necessário (máximo de 2 aplicações).
Plantas ornamentais Gorgulho 30 mL/hL 0.3 L/ha Consultar o site da DGAV

(www.dgv.min-agricultura.pt)

(*) Autorizado no âmbito dos usos menores.

Plantas ornamentais Lagartas 30 mL/hL 0.3 L/ha Consultar o site da DGAV

(www.dgv.min-agricultura.pt)

(*) Autorizado no âmbito dos usos menores.

Rúcula Afídeos 30 mL/hL 0.3 L/ha Consultar o site da DGAV

(www.dgv.min-agricultura.pt)

(*) Autorizado no âmbito dos usos menores.

Rúcula Lagartas 30 mL/hL 0.3 L/ha Consultar o site da DGAV

(www.dgv.min-agricultura.pt)

(*) Autorizado no âmbito dos usos menores.

Rúcula selvagem Afídeos 30 mL/hL 0.3 L/ha Consultar o site da DGAV

(www.dgv.min-agricultura.pt)

(*) Autorizado no âmbito dos usos menores.

Rúcula selvagem Lagartas 30 mL/hL 0.3 L/ha Consultar o site da DGAV

(www.dgv.min-agricultura.pt)

(*) Autorizado no âmbito dos usos menores.

Tomate Lagartas 30-40 mL/hL 0.3-0.4 L/ha Tratar logo no início do aparecimento da praga e, quando necessário, repetir o tratamento com intervalo de 3 semanas (máximo de 3 aplicações).
Tomate Mosca branca 50 mL/hL 0.5 L/ha Tratar aquando do aparecimento da praga

(máximo de 3 aplicações).

Trigos Lagartas 30-50 mL/hL 0.3-0.5 L/ha Tratar ao aparecimento da praga.
Triticale Lagartas 30-50 mL/hL 0.3-0.5 L/ha Tratar ao aparecimento da praga.
Videira (uva de mesa) Álticas 30 mL/hL 0.3 L/ha Tratar logo que surja a praga. Repetir, se necessário (máximo de 3 aplicações).
Videira (uva de mesa) Cicadelídeos 50 mL/hL 0.5 L/ha Tratar em Junho, se 100 larvas/100 folhas. Repetir o tratamento em Julho/Agosto, se 50 larvas/100 folhas (máximo de 3 aplicações).
Videira (uva de mesa) Coleópteros 40 mL/hL 0.4 L/ha Tratar aquando do seu aparecimento em número elevado (máximo de 3 aplicações).
Videira (uva de mesa) Piral 30 mL/hL 0.3 L/ha Tratar no Estado E (folhas livres/pâmpanos com 3-8 cm). Repetir após 8-10 dias, quando os cachos já estiverem visíveis (máximo de 3 aplicações).
Videira (uva de mesa) Traças 30-50 mL/hL 0.3-0.5 L/ha Tratar antes da floração (30 mL/hL) e repetir antes do bago de ervilha (máximo de 3 aplicações).
Videira (uva de vinho) Álticas 30 mL/hL 0.3 L/ha Tratar logo que surja a praga. Repetir, se necessário (máximo de 3 aplicações).
Videira (uva de vinho) Cicadelídeos 50 mL/hL 0.5 L/ha Tratar em Junho, se 100 larvas/100 folhas. Repetir o tratamento em Julho/Agosto, se 50 larvas/100 folhas (máximo de 3 aplicações).
Videira (uva de vinho) Coleópteros 40 mL/hL 0.4 L/ha Tratar aquando do seu aparecimento em número elevado (máximo de 3 aplicações).
Videira (uva de vinho) Piral 30 mL/hL 0.3 L/ha Tratar no Estado E (folhas livres/pâmpanos com 3-8 cm). Repetir após 8-10 dias, quando os cachos já estiverem visíveis (máximo de 3 aplicações).
Videira (uva de vinho) Traças 30-50 mL/hL 0.3-0.5 L/ha Tratar antes da floração (30 mL/hL) e repetir antes do bago de ervilha (máximo de 3 aplicações).

Volume de Calda Recomendado

1000 L/ha


Informações Complementares

◘ O Decis não deve ser misturado com produtos alcalinos.


Embalagens

30 mL e 60 mL


Ficha de Dados de Segurança

Download em formato "pdf"

Folhetos Relacionados

Download Folheto