Produtos

MonSoon Active

Herbicida que controla infestantes na cultura do milho

Formulação
Dispersão em óleo (OD) com 15 g/L de ciprosulfamida, 31,5 g/L de foramsulfurão-sódio e 10 g/L de tiencarbazona-metilo
Grupo Químico
Aril-sulfonil-benzamida + sulfonilureia + sulfonilamino-carbonil-triazolinona
APV Nº
4052
Intervalo de Segurança
não aplicável

Vídeos relacionados

Classificação CLP


Provoca irritação das vias respiratórias, lesões oculares graves e reação alérgica.

Muito tóxico para organismos aquáticos.

Rótulo


ATENÇÃO: A consulta deste site não dispensa a leitura
atenta dos rótulos. Leia sempre os rótulos.

Download em formato "pdf"

Propriedades

◘ O MonSoon Active é um herbicida de absorção foliar e residual para aplicação em pós-emergência da cultura, destinado ao controlo das infestantes anuais (incluindo sorgo bravo) na cultura do milho.

◘ É uma mistura de foramsulfurão-sódio e tiencarbazona-metilo com ciprosulfamida (safener).

◘ O foramsulfurão-sódio pertence à família das sulfonilureias, é sistémico e tem absorção essencialmente por via foliar.

◘ A tiencarbazona-metilo pertence ao grupo químico sulfonil-amino carbonil-triazolinona (SACT), é residual e tem absorção por via foliar/radicular.


Condições de Aplicação


Cultura Problema Conc. Dose Modo de Emprego
Milho Infestantes (ervas) 0.4-0.65 L/hL 1.5-2 L/ha Aplicar em pós-emergência precoce da cultura ou 3-4 folhas do milho, após emergência da maioria das infestantes (máximo de 1 aplicação).

Volume de Calda Recomendado

300-400 L/ha


Infestantes Susceptíveis

Bardanas (Xanthium spp.), beldroega (Portulaca oleracea), bolsa do pastor (Capsella bursa-pastoris), bredos (Amaranthus spp.), catassol (Chenopodium album), erva moira (Solanum nigrum), figueira do inferno (Datura stramonium), milhã digitada (Digitaria sanguinalis), milhã pé de galo (Echinochloa crus-galli), milhãs verdes (Setaria spp.), milho bravo (Panicum dichotomiflorum), sempre noiva (Polygonum aviculare) e sorgo bravo (Sorghum halepense)


Infestantes Moderadamente Susceptíveis

Juncinha (Cyperus esculentus) e junça de conta (Cyperus rotundus)


Infestantes Resistentes

Corriola (Convolvulus arvensis), escalracho (Panicum repens) e grama (Cynodon dactylon)


Informações Complementares

◘ Utilizar a dose mais elevada em solos pesados, com infestações de sorgo bravo ou infestantes mais desenvolvidas.

◘ Na altura da aplicação, o solo deve estar bem preparado, liso, sem pedras/torrões e com suficiente humidade.

◘ No caso da cultura estar com asfixia radicular, ataques de parasitas, carências nutricionais e stress ou ser inadvertidamente sujeita a sobreposição, podem observar-se alguns sintomas como amarelecimento temporário ou nanismo. Estes sintomas desaparecem após 30 dias e não têm influência no rendimento da cultura.

◘ Para evitar a indução de resistências, não aplicar o MonSoon Active ou qualquer outro herbicida que contenha substâncias ativas das famílias químicas de imidazolinas, pirimidiniloxibenzoatos, sulfonilureias e/ou triazolopirimidinas, durante mais de 3 anos seguidos. De preferência, alternar com herbicidas de outro modo de ação.

◘ Em caso de destruição acidental do milho com MonSoon Active, é possível voltar a semear a cultura após uma mobilização superficial (10 cm) e um mês de intervalo.

◘ É possível semear posteriormente uma cultura de outono em rotação de culturas, tal como: aveia, cevada, ervilha, trigos e triticale, entre outras.

◘ Não aplicar o herbicida com temperaturas do ar superiores a 25ºC ou inferiores a 10ºC. Recomenda-se aplicar com temperaturas de 12-22ºC.

◘ Não aplicar na cultura do milho consociado com feijão ou com outras culturas sensíveis.

◘ Não aplicar em milho doce, milho para multiplicação ou pipocas.

◘ Não contaminar adubos, inseticidas, fungicidas e sementes.

◘ Não misturar o herbicida com adubos líquidos.


Embalagens

1 L e 5 L


Ficha de Dados de Segurança

Download em formato "pdf"

Folhetos Relacionados

Download Folheto