Produtos

Hussar Plus

Herbicida de pós-emergência para o combate de infestantes em cevada e trigos

Formulação
Dispersão em óleo (OD) com 50 g/L de iodosulfurão-metilo-sódio, 250 g/L de mefenepir-dietilo e 7,5 g/L de mesosulfurão-metilo
Grupo Químico
Pirazolina + safener + sulfonilureias
AV Nº
767
Intervalo de Segurança
não aplicável

Vídeos relacionados

Classificação CLP


Provoca irritação cutânea e lesões oculares graves.

Muito tóxico para organismos aquáticos.

Rótulo


ATENÇÃO: A consulta deste site não dispensa a leitura
atenta dos rótulos. Leia sempre os rótulos.

Download em formato "pdf"

Propriedades

Hussar Plus controla infestantes em searas de cevada e trigos.

◘ As substâncias ativas iodosulfurão-metilo-sódio e mesosulfurão-metilo são absorvidas principalmente via foliar, sendo translocadas para os ápices vegetativos das infestantes. Imediamente após serem absorvidas, bloqueiam o crescimento das infestantes sensíveis.

◘ Os sintomas da ação do produto caracterizam-se por manchas cloróticas nas folhas, seguidas de necroses nos rebentos e subsequente morte das infestantes após 4-6 semanas da aplicação.

◘ O iodosulfurão-metilo-sódio e o mesosulfurão-metilo pertencem ao grupo químico das sulfonilureias, enquanto o mefenepir-dietilo é um protetor de fitotoxicidade que garante a seletividade do produto nos cereais.

◘ Inibe a enzima acetolactato sintase (ALS), através da inibição de biossíntese dos aminoácidos isoleucina, leucina e valina (Grupo HRAC B).


Condições de Aplicação


Cultura Problema Conc. Dose Modo de Emprego
Cevada Infestantes (ervas) 40-100 mL/hL 0.15-0.2 L/ha Aplicar na pós-emergência do cereal, entre as 3 folhas e o aparecimento da folha bandeira.
Trigos Infestantes (ervas) 40-100 mL/hL 0.15-0.2 L/ha Aplicar na pós-emergência do cereal, entre as 3 folhas e o aparecimento da folha bandeira.

Volume de Calda Recomendado

200-400 L/ha


Infestantes Susceptíveis

Agulha de pastor (Scandix pecten-veneris), alpistas (Phalaris spp.), amor de hortelão (Galium aparine), aveias/balancos (Avena spp.), azevéns (Lolium spp.), bolsa do pastor (Capsella bursa-pastoris), cabelo de cão (Poa annua), carrapiço (Medicago polymorpha), erva pessegueira (Persicaria maculosa), erva vaqueira (Calendula arvensis), ervilhaca (Vicia sativa), esparguta (Spergula arvensis), fidalguinhos (Centaurea cyanus), gerânios (Geranium spp.), hipéco falciforme (Hypecoum procumbens), labaças (Rumex spp.), lâmio roxo (Lamium purpureum), malvas (Malva spp.), margaça (Matricaria spp.), margação (Anthemis arvensis), morugem branca (Stellaria media), mostarda dos campos (Sinapis arvensis), orelha de rato vulgar (Cerastium arvense), pampilhos (Chrysanthemum spp.), papoila das searas (Papaver rhoeas), ranúnculo dos campos (Ranunculus arvensis), saramago (Raphanus raphanistrum), sempre noiva (Polygonum aviculare), serralha macia (Sonchus oleraceus) e tasneirinha (Senecio vulgaris)


Informações Complementares

Infestantes Monocotiledóneas: A melhor época de aplicação situa-se entre as 2 folhas e o meio do afilhamento. No caso de alpistas (Phalaris spp.) ou aveias/balancos (Avena spp.), recomenda-se tratar antes do início do afilhamento.

Infestantes Dicotiledóneas: A melhor época de aplicação situa-se entre as 2-6 folhas das infestantes.

◘ Obtém-se melhores resultados quando as infestantes se encontram num estado precoce e em crescimento ativo.

◘ Recomenda-se a adição do Genapol (concentração de 0,3 L/hL e dose de 0,6-1,2 L/ha) à calda de pulverização.

◘ Em condições de “stress”, pode surgir um amarelecimento temporário em algumas variedades de cevada, sem efeito no rendimento da cultura.

◘ Não aplicar o produto em searas debilitadas ou sujeitas a condições meteorológicas adversas, carências nutricionais e/ou asfixia radicular.

◘ Evitar a sobreposição da aplicação, fechando o pulverizador quando o trator estiver parado ou nas cabeceiras.

◘ Não misturar com inseticidas organofosforados.

◘ A aplicação repetida de Hussar Plus ou herbicidas com igual modo de acção pode provocar o desenvolvimento de biótipos resistentes de algumas infestantes rotuladas como suscetíveis.

◘ Sempre que possível, recomenda-se proceder à rotação das culturas e não aplicar o Hussar Plus mais de 3 anos consecutivos nos mesmos solos.

◘ De preferência, proceder à alternância com herbicidas de outro modo de ação.

◘ Depois de uma seara tratada com Hussar Plus, no decurso da rotação de culturas, é possível semear variedades primaveris de beterraba e ervilha, bem como qualquer variedade de centeio, cevada, colza, ervilhaca, girassol, grão, luzerna, milho, trigos e triticale.

◘ No caso de falha da cultura, apenas semear outro cereal de palha (exceto aveia). Como sucede com todas as aplicações de herbicidas da família química das sulfonilureias, recomenda-se a realização de uma lavoura profunda.

◘ Antes da sementeira de beterraba, colza ou girassol, recomenda-se uma lavoura com reviramento de leiva, especialmente nos anos de baixa precipitação.

◘ À exceção das culturas atrás mencionadas, a opção por qualquer outra cultura será da responsabilidade do agricultor.


Embalagens

1 L


Ficha de Dados de Segurança

Download em formato "pdf"

Folhetos Relacionados

Download Folheto