Produtos

Pacifica Plus

Herbicida de pós-emergência para o combate de infestantes em centeio, trigos e triticale

Formulação
Grânulos dispersíveis em água (WG) com 10 g/Kg de iodosulfurão-metilo-sódio, 30 g/Kg de mesosulfurão-metilo-sódio, 50 g/Kg de amidosulfurão e 90 g/Kg de mefenepir-dietilo
Grupo Químico
Safener + sulfonilureias
AV Nº
775
Intervalo de Segurança
Não aplicável

Classificação CLP


Provoca lesões oculares/reação alérgica cutânea.

Muito tóxico para organismos aquáticos.

Rótulo


ATENÇÃO: A consulta deste site não dispensa a leitura
atenta dos rótulos. Leia sempre os rótulos.

Download em formato "pdf"

Propriedades

◘ O Pacifica Plus é um herbicida de pós-emergência para o combate de infestantes em centeio, trigos e triticale.

◘ É constituído por 3 substâncias ativas (amidosulfurão, iodosulfurão-metilo-sódio e mesosulfurão-metilo-sódio) que pertencem ao grupo químico das sulfonilureias - Grupo HRAC B.

◘ Na sua composição, está presente o "safener" mefenepir-dietilo que assegura a seletividade do produto nas culturas.

◘ As 3 substâncias ativas inibem a enzima acetolactato sintetase (ALS) e são principalmente absorvidas pelas folhas, transferindo-se posteriormente aos meristemas das infestantes.

◘ A inibição do crescimento das plantas inicia-se por uma necrose apical, seguida por uma necrose basal.

◘ A ação herbicida manifesta-se também pela descoloração/morte das folhas e desaparecimento das infestantes suscetíveis num período de 45 dias.


Condições de Aplicação


Cultura Problema Dose Modo de Emprego
Centeio Infestantes (ervas) 0.3-0.5 Kg/ha Proceder ao tratamento em pós-emergência do cereal desde as 3 folhas até ao 2.º nó. Obtêm-se melhores resultados sobre infestantes precoces ou infestantes em crescimento ativo.
Trigos Infestantes (ervas) 0.3-0.5 Kg/ha Proceder ao tratamento em pós-emergência do cereal desde as 3 folhas até ao 2.º nó. Obtêm-se melhores resultados sobre infestantes precoces ou infestantes em crescimento ativo.
Triticale Infestantes (ervas) 0.3-0.5 Kg/ha Proceder ao tratamento em pós-emergência do cereal desde as 3 folhas até ao 2.º nó. Obtêm-se melhores resultados sobre infestantes precoces ou infestantes em crescimento ativo.

Volume de Calda Recomendado

100-300 L/ha


Infestantes Susceptíveis

Agulha de pastor (Scandix pecten-veneris), amores de hortelão (Galium spp.), andragem (Ridolfia segetum), aveias/balancos (Avena spp.), azevéns (Lolium spp.), bolsa de pastor (Capsella bursa-pastoris), bromos (Bromus spp.), cabelo de cão (Poa annua), cerástios (Cerastium spp.), erva cabecinha (Phalaris spp.), erva pessegueira (Persicaria maculosa), erva vaqueira (Calendula arvensis), ervilhaca (Vicia sativa), esparguta (Spergula arvensis), gerânios (Geranium spp.), hipécos (Hypecoum spp.), labaças (Rumex spp.), lâmio roxo (Lamium purpureum), malvas (Malva spp.), margação (Anthemis arvensis), margaças (Matricaria spp.), morrião (Anagallis arvensis), morugem (Stellaria spp.), mostarda dos campos (Sinapis arvensis), papoila das searas (Papaver rhoeas), rabo de raposa (Alopecurus myosuroides), ranúnculo dos campos (Ranunculus arvensis), saramago (Raphanus raphanistrum), sempre noiva (Polygonum aviculare), serralhas (Sonchus spp.) e tasneirinha (Senecio vulgaris)


Informações Complementares

◘ Usar a dose mais baixa (0,3 Kg/ha) em trigos de primavera.

◘ A aplicação repetida de Pacifica Plus ou herbicidas do mesmo modo de ação pode provocar o desenvolvimento de biótipos resistentes de algumas infestantes rotuladas como suscetíveis. Nesse sentido, recomenda-se proceder à rotação de culturas (sempre que possível) e não aplicar Pacifica Plus mais do que 3 anos consecutivos nos mesmos solos. De preferência, proceder à alternância com herbicidas de diferente modo de ação.

◘ Recomenda-se efetuar a aplicação exclusivamente em searas de bom estado vegetativo, sob temperaturas superiores a 5 ºC e humidade relativa superior a 60%.

◘ Não aplicar Pacifica Plus sob condições climáticas adversas ou em searas debilitadas por asfixia radicular, carências nutricionais ou ataques de doenças/pragas.

◘ Em algumas condições (amplitudes térmicas superiores a 15ºC, chuvas fortes antes do tratamento ou geadas intensas), observam-se sintomas passageiros de amarelecimento das folhas sem consequências na produção da cultura.

◘ Não misturar com corretores de carências ou outros fertilizantes. Caso seja necessário aplicar este tipo de produtos, respeitar um intervalo mínimo de 7 dias entre a sua aplicação e aplicação de Pacifica Plus.

◘ Evitar a sobreposição da pulverização, suspendendo-a durante as paragens e mudanças de direção.

◘ No caso de falha da cultura, poderá optar-se por semear trigo de primavera, 6 semanas após a aplicação, não sendo necessário uma lavoura. Também se poderá semear cevada de primavera ou milho (caso se tenha aplicado a dose de 0,3 Kg/ha), respeitando o mesmo intervalo de 6 semanas e realizando uma lavoura profunda.

◘ Após uma aplicação de Pacifica Plus na seara, a rotação de culturas poderá incluir sementeiras de alfalfa, aveia, azevém, batata de primavera, beterraba sacarina de primavera, centeio, cevada, colza, ervilha torta de primavera, feijão de primavera, girassol, milho, soja, sorgo, trigo, triticale. Nestes casos, realizar sempre uma lavoura profunda (especialmente em anos de baixa precipitação). A sementeira de outras culturas é da responsabilidade do agricultor.


Embalagens

2 Kg


Ficha de Dados de Segurança

Download em formato "pdf"