Produtos

Serenade ASO

Fungicida de actividade preventiva indicado para o controlo de doenças do solo, bacterioses e outras doenças foliares em diversas culturas.

Formulação
Suspensão concentrada (SC) com 1.34% de Bacillus amyloliquefaciens QST 713 (1 x 109CFU/g)
AV Nº
1387
Intervalo de Segurança
3 dias em videira, macieira, pereira, pessegueiro/nectarina, damasqueiro, ameixeira, cerejeira, marmeleiro, abacate, aveleira, kiwi, bananeira, colza, diospiro, manga, nogueira, romã, nespereira, amendoeira e ervas aromáticas.
1 dia em morangueiro, alcachofra, couve, amora, framboesa, groselha, mirtilo, tomateiro, pimenteiro, beringela, alface, escarola, alface-de-cordeiro, aboborinha e pepino.

Rótulo


ATENÇÃO: A consulta deste site não dispensa a leitura
atenta dos rótulos. Leia sempre os rótulos.

Download em formato "pdf"

Propriedades

◘ Ação bacteriostática de largo espetro.

◘ Entra em competição com os agentes patogénicos. Cria uma zona de inibição na folha, impedindo a infeção por prevenir e evitar a fixação e penetração do agente patogénico.

◘ Poderá induzir as resistências por parte da planta promovida pela produção da peroxidase e perturbações no crescimento micelial por indução de modificações nas membranas das paredes do agente patogénico.



Condições de Aplicação


Cultura Problema Conc. Dose Modo de Emprego
Abacateiro Antracnose 500-1600 mL/hL 8 L/ha Tratar preventivamente entre o aparecimento dos botões florais e a queda das folhas com um intervalo de 5 dias (máximo 6 aplicações)
Abóbora Fusarioses 2000-5000 mL/hL 10 L/ha Para aplicar em pré-plantação, incorporar superficialmente. Em pós-plantação, aplicar apenas até às 3 folhas verdadeiras e irrigar durante 5 minutos.
Alcachofra Bacteriose 800-4000 mL/hL 8 L/ha Tratar preventivamente entre as 3 folhas verdadeiras e a colheita com um intervalo mínimo de 5 dias entre aplicações(máximo 6 aplicações).
Alface Esclerotínia 1600-4000 mL/hL 8 L/ha Aplicação ao solo. Para aplicação foliar, iniciar os tratamentos preventivamente a partir das 3 folhas verdadeiras até à colheita com um intervalo de 7-10 dias (máximo 6 aplicações).
Alface Podridão cinzenta 1600-4000 L/hL 8 L/ha Iniciar os tratamentos preventivamente a partir das 3 folhas verdadeiras até à colheita com um intervalo de 7-10 dias (máximo 6 aplicações).
Alface Rizoctónia 1000-2500 mL/hL 5 L/ha Aplicação ao solo.
Alface de cordeiro Esclerotínia 1600-4000 mL/hL 5 L/ha Aplicação ao solo. Para aplicação foliar, iniciar os tratamentos preventivamente a partir das 3 folhas verdadeiras até à colheita com um intervalo de 7-10 dias (máximo 6 aplicações).
Alface de cordeiro Podridão cinzenta 1600-4000 mL/hL 8 L/ha Iniciar os tratamentos preventivamente a partir das 3 folhas verdadeiras até à colheita com um intervalo de 7-10 dias (máximo 6 aplicações).
Alface de cordeiro Rizoctónia 1000-2500 mL/hL 5 L/ha Aplicação ao solo.
Ameixeira Moniliose 800-1600 mL/hL 8 L/ha Tratar preventivamente na fase de pré-floração, início da floração e, se necessário, até à fase da colheita com um intervalo de 7-10 dias (máximo 6 aplicações).
Amendoeira Moniliose 800-1600 mL/hL 8 L/ha Tratar preventivamente na fase de pré-floração, início da floração e, se necessário, até à fase da colheita com um intervalo de 7-10 dias (máximo 6 aplicações).
Amora Oídio 800-4000 mL/hL 8 L/ha Tratar preventivamente entre o aparecimento dos botões florais e meados da queda das folhas com um intervalo mínimo de 5 dias entre aplicações (máximo 6 aplicações).
Amora Podridão cinzenta 800-4000 mL/hL 8 L/ha Tratar preventivamente entre o aparecimento dos botões florais e meados da queda das folhas com um intervalo mínimo de 5 dias entre aplicações (máximo 6 aplicações).
Avelã Bacteriose 500-1600 mL/hL 8 L/ha Tratar preventivamente entre a abertura das sépalas e a colheita com um intervalo mínimo de 5 dias entre aplicações (máximo 6 aplicações).
Avelã Podridão cinzenta 500-1600 mL/hL 8 L/ha Tratar preventivamente entre a abertura das sépalas e a fase da colheita com um intervalo mínimo de 5 dias entre aplicações (máximo 6 aplicações).
Bananeira Cercosporiose 600-2000 mL/hL 10 L/ha Tratar preventivamente entre as 2 folhas verdadeiras e a fase da colheita com um intervalo mínimo de 5 dias entre aplicações (máximo 6 aplicações).
Bananeira Fusarioses 600-5000 mL/hL 10 L/ha Para aplicar em pré-plantação, incorporar superficialmente. Em pós-plantação, aplicar apenas até às 3 folhas verdadeiras e irrigar durante 5 minutos.
Batata Rizoctónia 1000-2500 mL/hL 5 L/ha Aplicação ao solo.
Beringela Bacteriose 800-2600 mL/hL 8 L/ha Iniciar o tratamento preventivamente a partir das 3 folhas verdadeiras até à colheita (máximo 6 aplicações).
Beringela Fusarioses 2000-5000 mL/hL 10 L/ha Aplicação ao solo.
Beringela Podridão cinzenta 800-2600 mL/hL 8 L/ha Iniciar os tratamentos preventivamente desde o início da floração até à colheita (máximo 6 aplicações)
Beterraba Cercosporiose 800-2000 mL/hL 4 L/ha Tratar ao aparecimento de sintomas e enquanto as condições forem favoráveis à doença com um intervalo de 7-10 dias (máximo 4 aplicações)
Brássicas de 6-8 folhas Esclerotínia 800-4000 mL/hL 8 L/ha Tratar preventivamente entre as 3 folhas verdadeiras e o final de crescimento da parte comestível com um intervalo mínimo de 5 dias entre aplicações (máximo 6 aplicações).
Brássicas de 6-8 folhas Podridão cinzenta 8 L/ha Iniciar os tratamentos preventivamente a partir das 3 folhas verdadeiras até à colheita com um intervalo de 7-10 dias. (máximo 6 aplicações)
Brássicas de 6-8 folhas Rizoctónia 1000-2500 mL/hL 5 L/ha Para aplicar em pré-plantação, incorporar superficialmente. Em pós-plantação aplicar até às 3 folhas verdadeiras e irrigar durante 5 minutos (máximo 1 aplicação).
Cerejeira Moniliose 800-1600 mL/hL 8 L/ha Tratar preventivamente na fase de pré-floração, início da floração e, se necessário, até à fase da colheita com um intervalo de 7-10 dias (máximo 6 aplicações).
Cogumelos Micoses 0.4 L/ton Aplicar em pré-instalação da cultura (máximo uma aplicação).
Colza Esclerotínia 500-2000 mL/hL 2 L/ha Tratar preventivamente durante a floração com um intervalo mínimo de 5 dias entre aplicações (máximo 2 aplicações).
Courgette Podridão cinzenta 800-4000 mL/hL 8 L/ha Iniciar os tratamentos preventivamente desde as 3 folhas verdadeiras até à colheita com um intervalo de 7-10 dias (máximo 6 aplicações) (apenas em estufa)
Couves Bacteriose 800-4000 mL/hL 8 L/ha Tratar preventivamente entre as 3 folhas verdadeiras e a maturação das sementes com um intervalo mínimo de 5 dias entre aplicações(máximo 6 aplicações).
Damasqueiro Moniliose 800-1600 mL/hL 8 L/ha Tratar preventivamente na fase de pré-floração, início da floração e, se necessário, até à fase da colheita com um intervalo de 7-10 dias (máximo 6 aplicações).
Diospireiro Cercosporiose 550-1600 mL/hL 8 L/ha Tratar preventivamente após o aparecimento dos botões florais, até que os frutos atinjam 50% do seu tamanho final com um intervalo mínimo de 5 dias entre aplicações (máximo 6 aplicações).
Ervas aromáticas Bacteriose 800-4000 mL/hL 8 L/ha Tratar preventivamente entre as 3 folhas verdadeiras e o final de crescimento da parte comestível com um intervalo mínimo de 5 dias entre aplicações (máximo 6 aplicações).
Ervas aromáticas Esclerotínia 800-4000 mL/hL 8 L/ha Tratar preventivamente entre as 3 folhas verdadeiras e o final de crescimento da parte comestível com um intervalo mínimo de 5 dias entre aplicações (máximo 6 aplicações).
Ervas aromáticas Oídio 800-4000 mL/hL 8 L/ha Tratar preventivamente entre as 3 folhas verdadeiras e o final de crescimento da parte comestível com um intervalo mínimo de 5 dias entre aplicações (máximo 6 aplicações).
Ervas aromáticas Podridão cinzenta 800-4000 mL/hL 8 L/ha Tratar preventivamente entre as 3 folhas verdadeiras e o final de crescimento da parte comestível com um intervalo mínimo de 5 dias entre aplicações (máximo 6 aplicações).
Framboesa Oídio 800-4000 mL/hL 8 L/ha Tratar preventivamente entre o aparecimento dos botões florais e meados da queda das folhas com um intervalo mínimo de 5 dias entre aplicações (máximo 6 aplicações).
Framboesa Podridão cinzenta 800-4000 mL/hL 8 L/ha Tratar preventivamente entre o aparecimento dos botões florais e meados da queda das folhas com um intervalo mínimo de 5 dias entre aplicações (máximo 6 aplicações).
Groselha Oídio 800-4000 mL/hL 8 L/ha Tratar preventivamente entre o aparecimento dos botões florais e meados da queda das folhas com um intervalo mínimo de 5 dias entre aplicações (máximo 6 aplicações).
Groselha Podridão cinzenta 800-4000 mL/hL 8 L/ha Tratar preventivamente entre o aparecimento dos botões florais e meados da queda das folhas com um intervalo mínimo de 5 dias entre aplicações (máximo 6 aplicações).
Kiwi Bacteriose 800-1600 mL/hL 8 L/ha Tratar preventivamente entre o aparecimento dos botões florais e a queda das folhas com um intervalo mínimo de 5 dias entre aplicações (máximo 6 aplicações).
Kiwi Podridão cinzenta 800-1600 mL/hL 8 L/ha Tratar preventivamente entre o aparecimento dos botões florais e a queda das folhas com um intervalo mínimo de 5 dias entre aplicações (máximo 6 aplicações).
Macieira Fogo bacteriano 800-1600 mL/hL 8 L/ha Iniciar os tratamentos preventivamente quando 10% das flores estiverem abertas repetindo com um intervalo de 3-5 dias de modo a proteger as flores abertas não tratadas.
Mangueira Oídio 550-1600 mL/hL 8 L/ha Tratar preventivamente entre o aparecimento dos botões florais e a queda das folhas com um intervalo mínimo de 5 dias entre aplicações (máximo 6 aplicações).
Marmeleiro Fogo bacteriano 800-1600 mL/hL 8 L/ha Iniciar os tratamentos preventivamente quando 10% das flores estiverem abertas repetindo com um intervalo de 3-5 dias de modo a proteger as flores abertas não tratadas.
Mirtilo Oídio 800-4000 mL/hL 8 L/ha Tratar preventivamente entre o aparecimento dos botões florais e meados da queda das folhas com um intervalo mínimo de 5 dias entre aplicações (máximo 6 aplicações).
Mirtilo Podridão cinzenta 800-4000 mL/hL 8 L/ha Tratar preventivamente entre o aparecimento dos botões florais e meados da queda das folhas com um intervalo mínimo de 5 dias entre aplicações (máximo 6 aplicações).
Morango Podridão cinzenta 800-2600 mL/hL 8 L/ha Iniciar os tratamentos preventivamente desde o início da floração até à colheita com um intervalo de 7-10 dias (máximo 6 aplicações)(apenas em estufa).
Nectarina Moniliose 800-1600 mL/hL 8 L/ha Tratar preventivamente na fase de pré-floração, início da floração e, se necessário, até à fase da colheita com um intervalo de 7-10 dias (máximo 6 aplicações).
Nespereira Fogo bacteriano 800-1600 mL/hL 8 L/ha Iniciar os tratamentos preventivamente quando 10% das flores estiverem abertas repetindo com um intervalo de 3-5 dias de modo a proteger as flores abertas não tratadas.
Nogueira Bacteriose 550-1600 mL/hL 8 L/ha Tratar preventivamente após o aparecimento dos botões florais, até que os frutos atinjam 50% do seu tamanho final com um intervalo mínimo de 5 dias entre tratamentos (máximo 6 aplicações).
Pepino Podridão cinzenta 800-4000 mL/hL 8 L/ha Iniciar os tratamentos preventivamente desde as 3 folhas verdadeiras até à colheita com um intervalo de 7-10 dias (máximo 6 aplicações) (apenas em estufa)
Pereira Estenfiliose 800-1600 mL/hL 8 L/ha Realizar os tratamentos de acordo com o Serviço Nacional de Avisos Agrícolas ou, na sua ausência, tratar preventivamente após o final da floração até que as peras atinjam 90% do seu tamanho final com um intervalo de 7-10 dias (máximo 6 aplicações).
Pereira Fogo bacteriano 800-1600 mL/hL 8 L/ha Iniciar os tratamentos preventivamente quando 10% das flores estiverem abertas repetindo com um intervalo de 3-5 dias de modo a proteger as flores abertas não tratadas.
Pessegueiro Moniliose 800-1600 mL/hL 8 L/ha Tratar preventivamente na fase de pré-floração, início da floração e, se necessário, até à fase da colheita com um intervalo de 7-10 dias (máximo 6 aplicações).
Pimento Bacteriose 800-2600 mL/hL 8 L/ha Iniciar o tratamento preventivamente a partir das 3 folhas verdadeiras até à colheita (máximo 6 aplicações).
Pimento Fusarioses 2000-5000 mL/hL 10 L/ha Aplicação ao solo.
Pimento Podridão cinzenta 800-2600 mL/hL 8 L/ha Iniciar os tratamentos preventivamente desde o inicio da floração até à colheita (máximo 6 aplicações).
Plantas ornamentais Bacteriose 550-4000 mL/hL 8 L/ha Tratar preventivamente desde as 3 folhas verdadeiras, em condições favoráveis à doença com um intervalo mínimo de 5 dias entre aplicações (máximo 6 aplicações).
Plantas ornamentais Fusarioses 2000-5000 mL/hL 10 L/ha Para aplicar em pré-plantação, incorporar superficialmente. Em pós-plantação aplicar até às 3 folhas verdadeiras e irrigar durante 5 minutos (máximo 1 aplicação).
Plantas ornamentais Manchas foliares 550-4000 mL/hL 8 L/ha Tratar preventivamente desde as 3 folhas verdadeiras, em condições favoráveis à doença com um intervalo mínimo de 5 dias entre aplicações (máximo 6 aplicações).
Plantas ornamentais Oídio 400-1600 mL/hL 8 L/ha Iniciar os tratamentos preventivamente quando se verifiquem condições favoráveis à doença com um intervalo entre aplicações de 7 dias. Em cultura até 30cm de altura, recomenda-se uma dose de 5L/ha (máximo 6 aplicações).
Plantas ornamentais (em viveiro) Bacteriose 550-4000 mL/hL 8 L/ha Tratar preventivamente desde as 3 folhas verdadeiras, em condições favoráveis à doença com um intervalo mínimo de 5 dias entre aplicações (máximo 6 aplicações).
Plantas ornamentais (em viveiro) Fusarioses 2000-5000 mL/hL 10 L/ha Para aplicar em pré-plantação, incorporar superficialmente. Em pós-plantação aplicar até às 3 folhas verdadeiras e irrigar durante 5 minutos (máximo 1 aplicação).
Plantas ornamentais (em viveiro) Manchas foliares 550-4000 mL/hL 8 L/ha Tratar preventivamente desde as 3 folhas verdadeiras, em condições favoráveis à doença com um intervalo mínimo de 5 dias entre aplicações (máximo 6 aplicações).
Plantas ornamentais (em viveiro) Oídio 550-4000 mL/hL 8 L/ha Tratar preventivamente desde as 3 folhas verdadeiras, em condições favoráveis à doença com um intervalo mínimo de 5 dias entre aplicações (máximo 6 aplicações).
Romã Podridão cinzenta 800-1600 mL/hL 8 L/ha Tratar preventivamente entre a abertura das sépalas e a fase da colheita com um intervalo mínimo de 5 dias entre aplicações (máximo 5 aplicações).
Tabaco Esclerotínia 800-4000 mL/hL 8 L/ha Tratar preventivamente após a cultura atingir 10% do seu crescimento vegetativo, e até final da floração com um intervalo mínimo de 5 dias entre aplicações (máximo 6 aplicações)(Apenas em ar livre).
Tabaco Podridão cinzenta 800-4000 mL/hL 8 L/ha Tratar preventivamente entre a abertura das sépalas e a colheita com um intervalo mínimo de 5 dias entre aplicações (máximo 6 aplicações)(Apenas em ar livre).
Tomate Bacteriose 800-2600 mL/hL 8 L/ha Iniciar o tratamento preventivamente a partir das 3 folhas verdadeiras até à colheita (máximo 6 aplicações).
Tomate Fusarioses 2000-5000 mL/hL 8 L/ha Aplicação ao solo.
Tomate Podridão cinzenta 800-2600 mL/hL 8 L/ha Iniciar os tratamentos preventivamente desde o início da floração até à colheita (máximo 6 aplicações).
Videira (uva de mesa) Podridão cinzenta 400-1300 mL/hL 4 L/ha Realizar os tratamentos de acordo com o Serviço Nacional de Avisos Agrícolas. As épocas fundamentais de tratamento são a floração/alimpa e o pintor. Em anos e/ou condições muito favoráveis, poderão justificar-se aplicações ao fecho dos cachos e 3-4 semanas antes da colheita (máximo 4 aplicações).
Videira (uva de vinho) Podridão cinzenta 400-1300 mL/hL 4 L/ha Realizar os tratamentos de acordo com o Serviço Nacional de Avisos Agrícolas. As épocas fundamentais de tratamento são a floração/alimpa e o pintor. Em anos e/ou condições muito favoráveis, poderão justificar-se aplicações ao fecho dos cachos e 3-4 semanas antes da colheita (máximo 4 aplicações).

Volume de Calda Recomendado

Para aplicações foliares:

300-1000 L/ha para videira, tomateiro, pimenteiro, beringela e morangueiro, 500-1000 L/ha para macieira, pereira, marmeleiro, nespereira, pessegueiro, nectarina, damasqueiro, ameixeira, cerejeira, kiwi, romãzeira e amendoeira, 200-1000 L/ha para alcachofra, couve, ervas aromáticas, tabaco, brássicas de 6-8 folhas, bagas, pequenos frutos, courgette e pepino, 200-500 L/ha para batateira, alface, escarola, alface-de-cordeiro, beterraba (sacarina e forrageira) e abóbora, 500-1500 L/ha para abacateiro, aveleira, bananeiras, diospireiro, mangueira e nogueira, 500-2000 L/ha para ornamentais, 100-400 L/ha em colza e 3L/ton para cogumelos.


Aplicações dirigidas ao solo:

200-500 L/ha, excepto 200-1500L/ha para bananeira





Informações Complementares

◘ Autorizado para modo de produção biológico.

◘ No caso de aplicações dirigidas ao solo, fazer uma única aplicação directamente dirigida ao solo, na altura da plantação, na linha de plantação, seguida de incorporação superficial, numa dose de 5L/ha ou 10L/ha (consultar rótulo).



Embalagens

1 L, 5 L e 10 L


Ficha de Dados de Segurança

Download em formato "pdf"