Produtos

Teldor

Fungicida para combate à Esclerotínia, Moniliose e Podridão Cinzenta em diversas culturas

Formulação
Grânulos dispersíveis em água (WG) com 50% de fenehexamida
Grupo Químico
Hidroxianilidas
AV Nº
0019
Classificação Toxicológica
GHS09 e H411
Intervalo de Segurança
◘ 1 dia em ameixeira, arbustos ornamentais, beringela (ar livre e estufa), cerejeira, courgette (ar livre e estufa), damasqueiro, feijão-verde (ar livre e estufa), framboesa, nectarina, pepino (ar livre e estufa), pessegueiro, pimenteiro (ar livre e estufa) e tomateiro (ar livre);
◘ 3 dias em alface (ar livre), agrião (ar livre e estufa), escarola (ar livre e estufa), mizuna (ar livre e estufa), morangueiro (ar livre e estufa), rúcula (ar livre e estufa), rúcula selvagem (ar livre e estufa) e tomateiro (estufa);
◘7 dias em alface (estufa);
◘ 14 dias em videira de uvas de mesa;
◘ 21 dias em videira de uvas para vinificação;
◘ 60 dias antes do consumo dos kiwis.

Rótulo


ATENÇÃO: A consulta deste site não dispensa a leitura
atenta dos rótulos. Leia sempre os rótulos.

Download em formato "pdf"

Propriedades

Teldor é um fungicida com actividade translaminar e acção preventiva.

Teldor é um fungicida à base de fenehexamida, da família das hidroxianilidas. Tem acção penetrante e mobilidade translaminar. Inibe a biossíntese dos esteróis e o crescimento do tubo germinativo e do micélio dos fungos, evitando a sua penetração nos tecidos das plantas, provocando a morte do fungo.

Teldor deve ser usado preventivamente e actua de modo específico sobre a podridão cinzenta e outros fungos (moniliose e sclerotinia).


Condições de Aplicação


Cultura Problema Conc. Dose Modo de Emprego
Agrião Esclerotínia 150 g/hl 1.5 kg/ha Aplicar ao aparecimento dos sintomas da doenças. O número de tratamentos com Teldor não deve ser superior a 2, com cadência de 10-12 dias.
Agrião Podridão cinzenta 150 g/hl 1.5 kg/ha Aplicar ao aparecimento dos sintomas da doenças. O número de tratamentos com Teldor não deve ser superior a 2, com cadência de 10-12 dias.
Alface Esclerotínia 150 g/hl 1.5 Kg/ha Aplicar ao aparecimento dos sintomas da doença. Número de tratamentos não superior a 2 e com uma cadência de 7 a 14 dias - aplicação ao ar livre. Na cultura da alface o total de aplicações com fenehexamida não pode ser superior a 2 para o conjunto das doenças (podridão cinzenta e sclerotinia).
Alface Podridão cinzenta 150 g/hl 1.5 kg/ha Aplicar ao aparecimento dos sintomas da doença. Número de tratamentos não superior a 2 e com uma cadência de 10 a 12 dias - aplicação em estufa e ar livre. Na cultura da alface o total de aplicações com fenehexamida não pode ser superior a 2 para o conjunto das doenças (podridão cinzenta e sclerotinia).
Alface de cordeiro Podridão cinzenta 100-150 g/hl 1-1.5 Kg/ha Consultar o site da DGAV (www.dgv.min-agricultura.pt) (*) Autorizado no âmbito dos usos menores.
Ameixeira Moniliose 100-150 g/hl 1-1.5 Kg/ha Efectuar 1 só tratamento.
Beringela Podridão cinzenta 150 g/hl 1.25-1.5 kg/ha A dose máxima é de 1,5 kg/ha. No caso de aplicações em estufa com lança ou pistola a dose máxima é de 1,25 kg/ha. Aplicar ao aparecimento dos sintomas da doença. O número de tratamentos com Teldor não deve ser superior a 3, com uma cadência de 7 a 14 dias - aplicação em estufa e ar livre.
Cebolinho Podridão cinzenta 150 g/hl 1.5 kg/ha Consultar o site da DGAV (www.dgv.min-agricultura.pt) (*) Autorizado no âmbito dos usos menores
Cerejeira Moniliose 100-150 g/hl 1-1.5 Kg/ha Realizar até 2 tratamentos, com o primeiro tratamento antes da floração.
Courgette Podridão cinzenta 150 g/hl 1.25-1.5 kg/ha A dose máxima é de 1.5 kg/ha, exceto para aplicações em estufa (1.25 kg/ha). Aplicar ao aparecimento dos sintomas da doenças. O número de tratamentos com Teldor não deve ser superior a 3, com cadência de 7-14 dias.
Damasqueiro Moniliose 100-150 g/hl 1-1.5 Kg/ha Realizar até 2 tratamentos, com o primeiro tratamento antes da floração.
Ervas aromáticas Podridão cinzenta 150 g/hl 1.5 kg/ha Consultar o site da DGAV (www.dgv.min-agricultura.pt) (*) Autorizado no âmbito dos usos menores.
Escarola Esclerotínia 150 g/hl 1.25-1.5 Kg/ha " "
Escarola Podridão cinzenta 150 g/hl 1.25-1.5 Kg/ha Ar livre e estufa. A dose máxima é de 1,5 kg/ha. No caso de aplicações em estufa com lança ou pistola a dose máxima é de 1,25 kg/ha. Aplicar ao aparecimento dos sintomas da doença. O número de tratamentos com Teldor não deve ser superior a 2, com uma cadência de 7 a 14 dias. Na cultura da escarola o total de aplicações com fenehexamida não pode ser superior a 2 para o conjunto das doenças (podridão cinzenta e sclerotinia).
Feijão Podridão cinzenta 150 g/hl 1.125-1.5 Kg/ha Na cultura ao ar livre a dose máxima é de 1,5 kg/ha e em estufa é de 1,125 kg/ha. Aplicar ao aparecimento dos sintomas da doença. O número de tratamentos com Teldor não deve ser superior a 2, com uma cadência de 7 a 14 dias.
Framboesa Podridão cinzenta 150 g/hl 1.5 kg/ha Aplicar ao aparecimento dos sintomas da doença. Número de tratamentos não superior a 3 e com uma cadência de 7 a 14 dias.
Groselha Podridão cinzenta 150 g/hl 1.5 kg/ha Consultar o site da DGAV (www.dgv.min-agricultura.pt) (*) Autorizado no âmbito dos usos menores
Kiwi Podridão cinzenta 120 g/hl Em tratamento pós-colheita: pulverizar os frutos ou fazer a sua imersão na calda 60 dias antes do seu consumo.
Mirtilo Podridão cinzenta 100-150 g/hl 1-1.5 kg/ha Consultar o site da DGAV (www.dgv.min-agricultura.pt) (*) Autorizado no âmbito dos usos menores.
Morango Podridão cinzenta 150 g/hl 1.5 kg/ha O número de tratamentos com Teldor não deve ser superior a 3, com uma cadência de 10 a 12 dias e realizados desde o início da floração, enquanto as condições forem propícias ao desenvolvimento da doença - aplicação em estufa e ar livre.
Nectarina Moniliose 100-150 g/hl 1-1.5 Kg/ha Realizar até 2 tratamentos, com o primeiro tratamento antes da floração.
Pepino Podridão cinzenta 150 g/hl 1.25-1.5 kg/ha A dose máxima é de 1.5 kg/ha, exceto para aplicações em estufa (1.25 kg/ha). Aplicar ao aparecimento dos sintomas da doenças. O número de tratamentos com Teldor não deve ser superior a 3, com cadência de 7-14 dias.
Pessegueiro Moniliose 100-150 g/hl 1-1.5 Kg/ha Realizar até 2 tratamentos, com o primeiro tratamento antes da floração.
Pimento Podridão cinzenta 150 g/hl 1.25-1.5 Kg/ha A dose máxima é de 1.5 kg/ha, exceto para aplicações em estufa (1.25 kg/ha). Aplicar ao aparecimento dos sintomas da doenças. O número de tratamentos com Teldor não deve ser superior a 3, com cadência de 7-14 dias.
Plantas florestais Podridão cinzenta 150 g/hl 1.5 Kg/ha Consultar o site da DGAV

(www.dgv.min-agricultura.pt)

(*) Autorizado no âmbito dos usos menores.

Plantas ornamentais Podridão cinzenta 150 g/hl 1.5 kg/ha Aplicação ao ar livre. Aplicar ao aparecimento dos sintomas da doença. Número de tratamentos não superior a 4 e com uma cadência de 7 a 14 dias - aplicação ar livre (p.ex. em alecrim...)
Plantas ornamentais Podridão cinzenta 150 g/hl 1.25-1.5 kg/ha A dose máxima é de 1.5 kg/ha, exceto para aplicações em estufa (1.25 kg/ha). Aplicar ao aparecimento dos sintomas da doenças. O número de tratamentos com Teldor não deve ser superior a 3, com cadência de 7-14 dias.
Rúcula Esclerotínia 150 g/hl 1.5 kg/ha Aplicar ao aparecimento dos sintomas da doenças. O número de tratamentos com Teldor não deve ser superior a 2, com cadência de 10-12 dias.
Rúcula Podridão cinzenta 150 g/hl 1.5 kg/ha Aplicar ao aparecimento dos sintomas da doenças. O número de tratamentos com Teldor não deve ser superior a 2, com cadência de 10-12 dias.
Rúcula selvagem Esclerotínia 150 g/hl 1.5 kg/ha Aplicar ao aparecimento dos sintomas da doenças. O número de tratamentos com Teldor não deve ser superior a 2, com cadência de 10-12 dias.
Rúcula selvagem Podridão cinzenta 150 g/hl 1.5 kg/ha Aplicar ao aparecimento dos sintomas da doenças. O número de tratamentos com Teldor não deve ser superior a 2, com cadência de 10-12 dias.
Tomate Podridão cinzenta 150 g/hl 1.5 kg/ha Tomate em estufa e ao ar livre: aplicar ao aparecimento dos sintomas da doença. O número de tratamentos com Teldor não deve ser superior a 3, com uma cadência de 10 a 12 dias.
Videira (uva de mesa) Podridão cinzenta 150 g/hl 1.5 kg/ha Realizar no máximo 2 tratamentos, o primeiro à floração- alimpa e o segundo ao pintor.
Videira (uva de vinho) Podridão cinzenta 150 g/hl 1.5 kg/ha Realizar no máximo 2 tratamentos, o primeiro à floração- alimpa e o segundo ao pintor.

Volume de Calda Recomendado

◘ Os volumes de calda aconselhados em alto volume são: videira, prunóideas, framboesa, ornamentais, hortícolas – 1000 L/ha; tomateiro e alface – 800 a 1000 L/ha; morangueiro – 600 a 1000 L/ha.


Prot.Integrada

Teldor é recomendado em programas de protecção integrada.


Informações Complementares

Teldor é rapidamente absorvido pela cutícula da planta, formando uma camada fungicida na superfície do vegetal.

◘ Inibe o crescimento e desenvolvimento do tubo germinativo e do micélio do fungo, evitando a sua penetração nos tecidos vegetais.

◘ Não apresenta resistências cruzadas com outros fungicidas usados no combate à podridão cinzenta.

◘ Teldor reduz a secreção de enzimas prejudiciais para o vinho, como a lacase, e a formação de glucanos, que dificultariam a sua filtração.

◘ Teldor revela excelente estabilidade à chuva e a sua actividade é independente da temperatura.

◘ Revela excelente fitocompatibilidade nas nossas castas em todas as épocas e em todas as regiões vitivinícolas.

◘ Apresenta perfil toxicológico e ecotoxicológico favorável.

◘ Não é tóxico para abelhas e respeita a fauna auxiliar.

◘ Não efectuar mais de 2 aplicações consecutivas de Teldor ou mais de 3 aplicações por campanha, devendo alternar com fungicidas de outro modo de acção.


Embalagens

◘ 150 g e 1 kg


Ficha de Dados de Segurança

Download em formato "pdf"

Folhetos Relacionados

Download Folheto